Sunday, December 30, 2007

Odeio que mexam no que é meu.
Nos meus papéis, na minha roupa, nos meus livros,
nas minhas pessoas.


Citado daqui

1 comment:

Gobs said...

Ooooooh, my precioussss...

"É horrível sermos consumidos lentamente e não termos controlo sobre o que à partida parecia inocente... E assim o monstro é libertado, a minha vontade deixa de ter significado e afundo-me numa escuridão que é só minha..."